Open and close menu

Seguro transporte de carga: O que você precisa saber e como fazer um

20.06.2022 |

Não há como negar que as empresas que transportam bens ou mercadorias estão sujeitas a uma série de riscos. Sendo assim, investir em um seguro transporte de carga é algo essencial. Afinal de contas, dessa forma, a empresa se resguarda de muitos problemas.

A partir do momento que você ou sua empresa garante o pagamento de indenização por danos aos itens que são transportados, por exemplo, o seguro é capaz de proteger a instituição de possíveis perdas, que tendem a prejudicar o negócio.

Ademais, não podemos deixar de citar o fato de que algumas modalidades desse tipo de serviço é obrigatória. Sendo assim, há casos que você deve saber mais sobre o seguro transporte de carga até mesmo para se enquadrar diante das leis que estão vigentes.

Sendo assim, se você quer saber tudo a respeito desse assunto, é só continuar nesse artigo que iremos lhe falar sobre todos os detalhes. Sem mais delongas, vamos ao que importa!

O que é o seguro transporte de carga?

Em suma, o seguro de carga nada mais é que uma categoria de seguros que visa garantir à empresa uma indenização no caso de prejuízos. E, sabendo o quanto esse tipo de empresa está suscetível a inúmeros problemas, esse é seguro praticamente que obrigatório.

Vale destacar ainda que o seguro é capaz de contemplar viagens férreas, terrestres, aéreas ou marítimas, por exemplo. Fora isso, há alguns seguros que cobrem tanto cargas nacionais quanto internacionais. Portanto, o ideal é fazer uma boa pesquisa, a fim de que o seguro esteja de acordo com as suas necessidades.

Não há como negar que o seguro para cargas é ideal para trazer mais conforto e segurança para as empresas que atuam no transporte de bens e mercadorias. Afinal de contas, a contratação desse tipo de apólice é um dos elementos de circunstancial importância dentro do gerenciamento de risco.

O quão importante é o seguro de transporte de carga?

O transporte de carga é algo vital para todos os seres humanos, mas não há como deixar de citar o quanto esse serviço está exposto a uma série de riscos operacionais. Por isso, a importância do seguro transporte de carga é gigantesca.

Dentre os diversos riscos, podemos citar avarias, extravios, roubos ou furtos de mercadorias. Fora isso, é claro, sempre há as chances de acidentes. Sendo assim, todos os gestores precisam ter estratégias a fim de se antever a todos esses problemas.

Além de ser uma segurança para a carga e evitar grandes prejuízos à empresa, também garante mais conforto aos profissionais envolvidos. É isso que se chama de gerenciamento de risco, isto é, um conjunto de atividades que visam antever os riscos inerentes à atividade.

Sendo assim, é uma maneira de ser inteligente diante das possibilidades e amenizar ou evitar os prejuízos.

O seguro transporte de carga é obrigatório?

Essa é uma das principais questões que as empresas se fazem a respeito desse assunto. E, quanto a isso, saiba que ele é sim obrigatório para toda e qualquer tipo de carga rodoviária em território nacional. Ademais, a lei regula tanto em relação ao transportador quanto ao embarcador.

Isso quer dizer que, se você atua na área, deve ter conhecimento do artigo 20 do Decreto-Lei n° 73/1966 e o artigo 10 do Decreto n° 61.867/1967. De forma resumida, relatam a obrigatoriedade do Seguro de Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga (RCTR-C).

Os decretos ainda obrigam o Seguro de Transporte Nacional para os embarcadores. Dessa forma, caso a sua empresa não tenha qualquer tipo de contato com uma corretora de seguros, saiba que não será possível renovar o registro junto à ANTT, além de estar passível de multa.

Quais são as formas de contratação do seguro transporte de carga?

Agora que você já entendeu um pouco mais a respeito desse assunto, com certeza deve estar se questionando sobre as formas de contratar o seguro transporte de carga. Quanto a isso, saiba que há algumas variantes.

Isso porque a apólice pode ser contratada para uma viagem única ou para várias dentro do período de um ano. Sendo assim, é interessante saber um pouco mais dessas questões, e é sobre isso que iremos falar a seguir.

Cargas avulsas ou embarque único

O seguro de carga avulso nada mais é do que um modelo que visa assegurar um único embarque, isto é, válido apenas para uma viagem de transferência de produtos ou bens. No entanto, é bom destacar que esse tipo apenas pode ser contratado pelo embarcador.

Ademais, ele é ideal para o transporte com veículos próprios, agregados ou autônomos. Fora isso, também é comum vê-lo para transportar máquinas e demais equipamentos com valores mais elevados, mas que há necessidade de apenas um embarque.

É por essa razão que se chama “avulso”, porque é uma viagem só de ida, por assim dizer. Porém, ele é de grande importância para determinadas situações. Afinal de contas, ele é capaz de indenizar no caso de algum prejuízo.

E, nesse modelo, também se encaixam transportes rodoviário, aéreo ou marítimo, tanto nacionais quanto para o exterior. Mas, para isso, deve-se averiguar as cláusulas de cada seguradora.

Apólices abertas, apólice mensal ou embarque múltiplo

Diferente do anterior, esse tipo de seguro transporte de carga é ideal para aqueles que fazem transporte com mais frequência e que, por consequência, precisam ter um seguro mais dinâmico.

Mas, nesse caso, as mercadorias devem ser relacionadas em averbações. Isto é, cada embarque requer uma averbação, a qual deve tratar de todas as características da viagem e da mercadoria em questão.

Ademais, é um ótimo seguro de carga para MEI, haja vista que os termos e condições do seguro são mais bem definidos. Dentro dessas circunstâncias, caso o embarque de uma determinada mercadoria não fizer parte dos riscos cobertos, não haverá como o seguro fazer a averbação.

E, além da vigência do contrato, é preciso definir o limite por embarque na aquisição da apólice. Dessa forma, será possível determinar o número de averbações possíveis.

Apólice anual com prêmio fracionado

No caso da apólice anual, é válido dizer que você pode fracionar o prêmio, o que deixa a apólice mais ajustável. Nesse caso, é possível ajustar de acordo com embarques e as averbações que serão feitas. Ademais, deve-se calcular o prêmio de acordo com a estimativa de embarques para o ano.

 

Se você curtiu este post, compartilhe com mais pessoas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

]

Sobre a Giovanibruno Seguros

Desde 1993, zelamos pelo patrimônio dos clientes com seguros empresariais e residenciais, além da consultoria em gerenciamento de riscos.

Faça já um orçamento

Quer receber nossos conteúdos e informações exclusivas no seu e-mail? Assine nossa newsletter.

Gerenciamento de Riscos

O primeiro passo para uma proteção eficaz.

Saiba mais

Seguros Empresariais

Diversas maneiras de proteger seu patrimônio.

Saiba mais

Seguros Pessoais

Garantir o futuro é dormir tranquilo todos os dias.

Saiba mais

Oportunidade

Você, Corretor ou Produtor de Seguros, venha trabalhar conosco!

Fale Conosco